80 ANOS EM MEMÓRIAS: RITA DE CÁSSIA DE LIMA FRANCO

Eu sou Rita de Cássia de Lima Franco, servidora do TRT-2 desde 15 de outubro de 1993. Entrei como atendente judiciária, quando ainda estava no segundo ano da Faculdade de Direito. Prestei o concurso em 1992, logo após ter completado 18 anos. Fiquei lotada na 42ª VTSP, na av. Rio Branco.

Ao me formar, abriu concurso para, na época, técnico judiciário (atualmente analista judiciário), que prestei e passei, tomando posse pela segunda vez neste Regional em 1º de julho de 1997.

Rita de Cássia de Lima Franco ao lado de sua avó Angelina Theophilo Franco (falecida em 2015), em sua cerimônia de formatura da faculdade de Direito, no ano de 1996. Foto: fundo Rita de Cássia Franco / acervo TRT-2.

Meu segundo concurso foi externo, na época a legislação não permitia mais concursos internos.

Como eu tinha me formado em Direito no ano anterior, em dezembro de 1996, e a prova foi em abril de 1997, se não me falha a memória, estava com tudo bem fresquinho na cabeça, especialmente porque meu último ano na faculdade foi específico em Direito do Trabalho. De qualquer forma, li o edital e assim fiz meu plano de estudo.

Minha lotação mudou pela primeira vez em 1994, para a 77ª VT-SP, na praça Alfredo Issa. Quando passei no concurso pela segunda vez, em 1997, continuei na 77.

Prédio da praça Alfredo Issa, 48.

Mudei para a Sede em setembro de 2005, para o Gabinete da desembargadora Laura Rossi, hoje aposentada, a fim de substituir uma servidora que havia passado no concurso para oficial de justiça. Hoje trabalho no gabinete do desembargador Orlando Apuene Bertão. Desde 2013.

O que mais me marcou na trajetória foi justamente a aprovação. Eu tinha mudado de endereço, até esqueci do concurso. Em setembro de 1993 minha mãe havia telefonado para a minha madrinha, com quem eu morei antes, que contou a respeito da recente chegada do aviso do TRT-2. Foi coisa de Deus mesmo. Mudou minha vida. Para melhor.

Rita de Cássia (terceira da esquerda para a direita) entre seus colegas de gabinete: Alexandre, desembargador Orlando Apuene Bertão, Marcos, Anne, Lúcio, Cláudia e Cybelle (da esquerda para direita). Foto: fundo Rita de Cássia Franco/acervo TRT-2.

Nestes quase 28 anos de Tribunal, aprendi, cresci, fiz amigos, descobri coisas novas. Trabalhei em vara de 1993 a 2005. Na Sede, desde 2005. 

Em 80 anos de Justiça do Trabalho, sinto que sou parte dessa História. E a Justiça Social é parte da minha vida. Presente, passada e futura.

Parabéns para todas e todos nós que fazemos parte desta caminhada.


Rita de Cássia de Lima Franco é servidora do TRT-2 desde 1993. Ingressou no Regional com apenas 18 anos. Após formar-se na Faculdade de Direito da USP, em 1996, prestou novo concurso, assumindo como técnico judiciário (atual analista judiciário), em 1997. Atuou nas secretarias das 42ª e 77ª Varas do Trabalho, transferindo-se, em 2005, para a segunda instância. Atualmente está lotada no gabinete do desembargador Orlando Apuene Bertão.


Este texto foi publicado no contexto da campanha “80 anos em Memórias”, que integrou as atividades em comemoração aos 80 anos de instalação da Justiça do Trabalho da 2ª Região, realizadas pelo Centro de Memória do TRT-2 no ano de 2021. Mais contribuições de servidores, servidoras, magistrados e magistradas do TRT-2 (da ativa e aposentados) podem ser lidas aqui.

Memórias Trabalhistas é uma página criada pelo Centro de Memória do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, setor responsável pela pesquisa e divulgação da história do TRT-2. Neste espaço, é possível encontrar artigos, histórias e curiosidades sobre o TRT-2, maior tribunal trabalhista do país.

Acesse também o Centro de Memória Virtual e conheça nosso acervo histórico, disponível para consulta e pesquisa.


Leia também



Publicado por memoriatrt2

Aqui neste perfil, você encontra os textos produzidos por colegas que contribuem para a produção de conteúdo dentro do Centro de Memória do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, setor que surgiu no segundo semestre de 2017, com o objetivo de pesquisar e divulgar a memória institucional do TRT-2.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: