Fragmentos

Pequenas curiosidades sobre a história do TRT-2, seus endereços, personagens e acervo.


A CERTIDÃO DE NASCIMENTO DO TRT-2

O TRT-2 já foi chamado de CRT-2, entre 1941 e 1946, quando ainda era vinculado ao Ministério do Trabalho. CRT-2 é a sigla para Conselho Regional do Trabalho da 2ª Região, que abrangia, à época, os Estados de São Paulo, Paraná e Mato Grosso.

A MÁQUINA SORTEADORA DE PROCESSOS

Durante muitos anos, a distribuição de processos, na primeira instância, foi feita manualmente, por ordem de chegada. Posteriormente, com a criação da figura do juiz distribuidor, a distribuição passou a ser sorteada, com um globo de bingo – ou ”máquina sorteadora de processos”.

PAPÉIS ANTIGOS, HISTÓRIA E DIREITOS

Documentos que servem de prova, que servem para relatar a história. Documentos que marcam no tempo o trabalho de pessoas e da instituição. Essa é a importância de se guardar arquivos de valor histórico.

DATILOGRAFANDO EM VÁRIAS VIAS

Os chamados “bloquinhos” eram conjuntos de folhas intercalados com papel carbono, utilizados nas máquinas de datilografar.

O ESCREVER ATRAVÉS DAS DÉCADAS

Ao longo do tempo, servidores e magistrados do Tribunal tiveram contato com diversos equipamentos. E precisaram alterar a forma de trabalho para adaptarem-se ao processo.

SAEM OS SELOS, ENTRAM OS LIVROS DE CUSTAS

Até 1965, as custas processuais eram recolhidas por meio de selos, que então foram substituídos pelos Livros de Registro de Custas e Emolumentos, nos quais eram anotados os recolhimentos.

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: