PARCEIROS DA MEMÓRIA: SCHEILLA BREVIDELLI

Scheilla Regina Brevidelli é servidora do TRT-2 desde 1991.

UM GRANDE CONTADOR DE CAUSOS

Luiz Antônio de Toledo Leite foi servidor do TRT-2 entre 1957 e 1990. Atuou nas Juntas de Conciliação e Julgamento de Campinas e Santos, além da 22ª de São Paulo.

UM GUERREIRO CHAMADO FALCÃO

Luiz da Silva Falcão foi servidor do TRT-2 entre 1982 e 2019. Ele é o primeiro entrevistado do projeto “Memórias Narradas”, do Centro de Memória do TRT-2.

A CONSTRUÇÃO DE UM ACERVO

Nesses últimos meses, recebemos diversas doações. E ficamos muito felizes com isso. Ainda mais por sabermos que essas doações vêm de servidores e de magistrados que confiam em nosso trabalho e que acreditam que seus tão queridos materiais (fotos, documentos, objetos) serão bem cuidados pelo Centro de Memória.

UMA MULHER QUE IMPUNHA (MUITO) RESPEITO

Nascida em 1 de dezembro de 1921, na cidade de Santos, Isabel de Castro Mello foi nomeada para o TRT-2 em 20 de outubro de 1956, em uma época que se entrava por indicação, como interina, aos 35 anos de idade.

ENTRE MEMÓRIAS E HISTÓRIAS

Para marcar a inauguração da exposição “Memória do TRT-2: uma construção coletiva”, servidores e magistrados, ativos e inativos, além de advogados e público em geral, puderam conferir mais uma edição do bate-papo “Entre memória e história: lembranças e análises sobre a evolução do TRT-2 e da Justiça do Trabalho”.

“MEMÓRIA DO TRT-2”: UMA EXPOSIÇÃO EM CONSTANTE CONSTRUÇÃO

Revisada e atualizada, a exposição que conta a história do TRT-2 chega ao ed. Sede, no mês de maio.

MUITO ALÉM DE MESAS E BALCÕES

Dezenove de março é o Dia do carpinteiro e do marceneiro, setor que passou a existir oficialmente no TRT-2 em 1995.

UM TRTEIRO CENTENÁRIO

O desembargador aposentado do TRT-2 Júlio de Araújo Franco Filho completou 101 anos de idade no dia 12 de outubro de 2018. Nomeado em 1956, dr. Júlio é um dos primeiros magistrados do Regional.

MEMÓRIAS DO TRT-2 EM SÃO BERNARDO

Em 2018, o Fórum Trabalhista de São Bernardo do Campo, na região do ABC paulista, recebeu mais uma edição da exposição “Memória do TRT-2: uma construção coletiva”.

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora